Homicidômetro 2018



Discreta, Michelle Bolsonaro tem família nascida em Crateús/Ce



Durante a campanha, Jair Bolsonaro e aliados fizeram questão de enaltecer ligação com o Estado a partir do sogro, que é cearense. A futura primeira-dama é vista por conhecidos como uma mulher simples e dedicada à Igreja.

Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, 36 anos, nasceu em Ceilândia, no Distrito Federal, mas tem um pé no Ceará. O pai da futura primeira-dama do País, Vicente de Paulo Reinaldo, chamado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) de "Paulo Negão", é natural de Crateús. Familiares lembram que, na década de 1970, ele e os três irmãos deixaram o Interior cearense rumo à Brasília, para tentar a vida.

Foi lá que Paulo conheceu a mulher que daria luz à Michelle. Em Crateús, terra natal dele, a primeira-dama eleita tem duas tias-avós e dois tios-avôs, além de outros parentes espalhados pelo Interior do Estado e por Fortaleza.

A última vez que "Paulo Negão" esteve no Ceará foi no ano passado, para visitar o pai - avô de Michelle - que estava doente. Já a futura primeira-dama esteve na capital cearense em 2016. Segundo aliados, estava nos planos dela acompanhar o marido na agenda de campanha que Bolsonaro cumpriria no Estado, no último dia 20 de setembro, mas, após atentado sofrido pelo marido, a vinda do clã teve que ser adiada.

Filha de cearense

No Distrito Federal, Michelle era secretária parlamentar na Câmara Federal, onde conheceu o deputado Jair Bolsonaro, que viria a ser o seu futuro marido. Depois, passou a trabalhar no gabinete dele, mas foi exonerada em 2008, após o Supremo Tribunal Federal (STF) proibir o nepotismo nos Três Poderes.

Depois das bênçãos do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, sobre a união dos dois, o casal foi morar em um condomínio de mansões, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com a filha, a Laura, de oito anos.

Michelle Bolsonaro é vista por amigos como uma mulher "simples" e "discreta" no jeito de se vestir. Ela gosta de usar sapatilhas, jeans e camisetas básicas. Em um dos vídeos de campanha gravados por Bolsonaro, aparece traduzindo o discurso dele para Libras, já que é especializada na língua.

A esposa do presidente eleito é conhecida, também, por ser uma mulher dedicada à Igreja. Michelle costuma frequentar os cultos aos domingos, mas também curte passear em shoppings e gosta de ir para a cozinha. (Diário do Nordeste)
Share:

Comerciante é agredido na frente da esposa e tem carro e pertences tomados





Um comerciante, identificado como Francisco Eleodoro Brito, do bairro Santa Isabel, foi vítima de assaltantes na noite desse domingo (28/10), quando voltada da missa coma a esposa, em Parnaíba.
Três homens encapuzados e armados rederam as vítimas no momento em que ambos entravam na residência da família, na avenida Dr. João Tavares Silva. Um dos homens aplicou uma coronhada na cabeça do comerciante e pediu dinheiro. O trio efetuou disparos dentro da casa e levou dinheiro, joias e diversos pertences, além do veículo de Francisco, um Renault Clio.


Os assaltantes fugiram e a vítima teve de ir ao pronto socorro para fazer um curativo na cabeça. Um suspeito deu entrada no Hospital Regional Dirceu Arcoverde (Heda) com um ferimento, possivelmente causado no momento dos tiros. Após ser reconhecido pela vítima, ele recebeu ordem de prisão da Polícia Militar. 
O homem teve de ser submetido a cirurgia e continua no hospital. A delegada Daniela Dinalli, plantonista da Central de Flagrantes, tomou depoimento da vítima na noite deste domingo, porém, até o momento não finalizou o inquérito policial. 
O veículo tomado foi encontrado em uma estrada vicinal na manhã desta segunda-feira (29/10). Os outros envolvidos ainda não foram localizados. O caso segue sendo investigado.
Share:

Fim de semana deixa 44 mortos em acidentes de trânsito e assassinatos no Ceará

Na tarde do domingo, dois corpos foram encontrados enterrados em cova rasa, em Quixadá
Quarenta e quatro pessoas morreram de forma violenta no fim de semana marcado pelo segundo turno das eleições presidenciais no Ceará. Autoridades da Segurança Pública registram entre a última sexta-feira (26) e o começo da madrugada desta segunda (29), 38 casos de homicídios e mais seis mortes decorrentes de acidentes de trânsito, a maioria no interior do estado.
Em Fortaleza, 15 pessoas foram assassinadas nas últimas 72 horas, nos seguintes bairros: Moura Brasil, São Bento, Pici, Bom Jardim, Antônio Bezerra, Jangurussu, Autran Nunes, Meireles (duplo), Mondubim, Granja Portugal, Antônio Bezerra, Canindezinho, Praia de Iracema e Damas.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) foram registrados sete casos de assassinatos nos seguintes Municípios: Maranguape (2 casos), Maracanaú, Pacajus, Caucaia, Itaitinga e Guaiúba.
No Interior Sul, 11 homicídios, latrocínios (roubos seguidos de morte) e casos de morte por lesão corporal foram registrados nos seguintes Municípios: Juazeiro do Norte (dois casos), Acopiara (2), Quixadá (2), Várzea Alegre (2), Crato, Barbalha e Jucás.
No Interior Norte, mais registros de homicídios. Foram cinco casos nos Municípios a seguir: Itapipoca, Guaraciaba do Norte, Tianguá, Ibiapina e Tamboril (vítima faleceu em Sobral).
Acidentes
Seis pessoas morreram vítimas de acidentes em Fortaleza, Crateús, Icapuí, Beberibe, Ibiapina e Lavras da Mangabeira.
Enterrados
Dois corpos foram encontrados enterrados e, cova rasa, na tarde do domingo, (28) na periferia da cidade de Quixadá, no Sertão Central. Os cadáveres estavam com as mãos amarradas e outros sinais de violência. Apenas uma das vítimas já foi identificada. Tratava-se do jovem Francisco Valdécio de Oliveira Filho, 23 anos.
Os corpos foram enterrados um sobre o outro. A Polícia suspeita que eles tenham sido sequestrados noutra cidade e levados para o bairro São João, na periferia de Quixadá. Onde ocorreu a execução sumária.
Share:

PF considera tranquilo o Segundo Turno no Ceará, com apenas uma prisão registrada

A Superintendência da Policia Federal no Ceará considerou muito calma a realização do Segundo Turno das eleições presidenciais neste domingo (28). Apenas uma prisão em flagrante foi realizada em todo o estado. Um eleitor foi detido e conduzido à sede da PF após incendiar uma urna eletrônica no momento em que votava na Capital.
O fato ocorreu em uma secção eleitoral instalada em uma escola pública no bairro Canindezinho, no Grande Bom Jardim. A superintendente da PF no Ceará, delegada Vanessa Gonçalves, explicou que o eleitor (identidade não revelada) disse ter praticado o crime apenas para “chamar a atenção”. Ele estaria insatisfeito com a situação do País e quis protestar.
“Ele não citou nenhum partido e nenhum candidato, disse que era o seu protesto diante da situação do País”. Agora, será apresentado ao juiz eleitoral em audiência de custódia, quando a prisão poderá ser convertida em medida cautelar.
A PF também realizou dois procedimentos no Interior. Foram instaurados dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (T.C.O.s) nas cidades de Sobral e Camocim, por conta da violação do segredo de voto.
Crime político?
Já a Polícia Civil, através do seu Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando a morte de um homem durante uma carreata que era realizada na tarde do último sábado (27), na cidade de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
A princípio, a Polícia descarta a hipótese de um crime político, já que a vítima teria envolvimento com drogas e estaria sendo procurada pelos criminosos. A família, sustenta que o rapaz não tinha nenhum antecedente criminal nem era usuário de drogas.
Charlione Lessa de Albuquerque, 23 anos, participava da carreata política quando foi atingido por um tiro disparado por um homem que estava em um Gol branco.
Share:

IBIAPINA:. POLÍCIA MILITAR PRENDE HOMEM ACUSADO DE HOMICÍDIO

Na  manhã deste domingo 28/10/2018,  a polícia militar de Ibiapina  logrou êxito na prisão do homicida de nome:  LUIZ FERREIRA DO NASCIMENTO,  enfrente a lanchonete do Lourival no centro de IBIAPINA.

OCORRIDO

Na madrugada de sexta feira (26) pra sábado(27) no Sítio Tauã o indivíduo acima citado furou a faca dois homens que foram socorridos pra Santa casa de misericórdia de SOBRAL.

Uma das vítimas de nome : FRANCISCO MIZAEL DE ARAÚJO LIMA não resistiu e veio a falecer . O outro encontrasse em estado grave.
O acusado foi autuado em  flagranteado na D.P.C de Tianguá.

Obs: As vítimas são pai e filho.
O que faleceu é o filho.

Obs:. A prisão foi realizada pela equipe do Subtenente Quirino.
Share:

Homem toca fogo em uma urna na cidade de Fortaleza




Um indivíduo incendiou uma urna no Colégio São Francisco de Assis no Bairro canidezinho, em Fortaleza/CE. Segundo informações, o indivíduo chegou pra votar normalmente, e ao chega na urna pegou uma garrafinha com liquido e incendiou, Pegando fogo até na mesa. A Polícia foi acionada e fez a prisão do mesmo em flagrante.
Share:

TAMBORIL MORRE NA SANTA CASA DE SOBRAL, MOTOTAXISTA FARINHA SECA QUE ERA ACUSADO DE TER ESTUPRADO A PRÓPRIA FILHA


.Faleceu na tarde deste domingo 28/10/2018, na santa casa da cidade de Sobral, o mototaxista :. Antônio Pereira de Araújo Filho, vulgo Farinha Seca, nascido aos 05/11/1963, residente na Vila São Pedro em Tamboril.

Farinha Seca havia sido preso no dia 19/10/2018, suspeito de ter estuprado sua própria filha de 10 anos.
No mesmo dia da prisão o mototaxista foi colocado na cadeia pública de Tamboril onde foi bastante espancado pelos outros detentos, sendo que o mesmo foi encaminhado para a Santa casa de Sobral onde estava internado em coma, e neste domingo (28) o mesmo veio a óbito.
O corpo de Farinha Seca está sendo levado para a cidade de Tamboril onde será velado e em seguida sepultado.

RELEMBRE O CASO :

Policiais militares sob o comando do sargento Glaubio Campos e equipe, prenderam no final da manhã desta sexta feira 19/10/2018, na Vila São Pedro na cidade de Tamboril, o mototaxista:.
Share:

Jornalistas do O POVO e do Sistema Verdes Mares sofreram agressões físicas e verbais

 Enquanto trabalhavam na cobertura da festa de militantes do novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL). Elas estavam no comitê do militar no Ceará, na avenida Antônio Sales. O POVO Online não divulga os nomes das repórteres para preservar a segurança das vítimas.

A repórter do O POVO foi derrubada de cima de um equipamento de som da organização do evento. Na queda, ela feriu os dedos. Ela ainda foi agarrada pelo rosto e agredida verbalmente, assim como um repórter que a acompanhava, agarrado pelos braços. A mulher ainda foi assediada por militantes. Também mulher, jornalista da Verdes Mares ouviu ataques verbais enquanto tentava trabalhar. Carro da emissora foi apedrejado.

Ataques à imprensa

Nesta semana, O POVO publicou série de reportagens sobre ataques à imprensa. Durante a campanha, 141 casos de agressão contra jornalistas foram registrados, segundo lista da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

O POVO repudia qualquer forma de assédio ou qualquer tipo de violência contra os profissionais de imprensa, bem como agressões e atos de preconceito
Share:

Médica diz que alta de paciente depende do voto



Profissional deu a entender que não daria alta para quem não votasse em Bolsonaro: A médica Beatriz Padovan Vilela, do Mato Grosso do Sul, será investigada por conta de uma suposta publicação no Facebook em que a profissional escreveu que dependeria do votos dos pacientes para receber alta.

"Hoje é dia de maldade. Perguntar pro paciente em quem vai votar antes da alta. Dependendo da resposta, alta só segunda!! #B17 É dessa vitamina que o povo brasileiro precisa!", dizia a publicação. O perfil da médica foi excluído, mas o caso viralizou na internet.

A Secretaria de Saúde do MS informou que o caso deve ser denunciado ao Conselho Regional de Medicina do Estado, que por sua vez, disse ter sido informado sobre o caso. Em nota, o Conselho informou que "não concorda e não corrobora com opiniões, seja de conotação política ou não, que contrariem os códigos éticos profissionais, neste caso o da medicina, uma vez que o mesmo reforça que o profissional jamais utilizará seus conhecimentos para causar sofrimento físico ou moral do ser humano ou para permitir e acobertar tentativa contra sua dignidade e integridade".

Conforme a Secretaria, "não há nenhuma restrição sobre o livre pensamento, sendo o mesmo assegurado legalmente, considerando a liberdade individual dos servidores nas suas relações privadas, especialmente no uso de perfis pessoais nas redes sociais, sendo os mesmos responsáveis por responder cível e criminalmente pelos seus atos".
Share:

Reportágens

Últimas

Postagens mais visitadas