Homicidômetro 2018



Bebê de dois meses morre asfixiado com leite materno


post-feature-image

Um bebê de dois meses morreu na madrugada desta segunda-feira (23/07), na cidade de José de Freitas, após se engasgar com leite materno.

Segundo informações da Revista Opinião, a mãe de menino, teria amamentado o filho e em seguida o colocado para dormir sobre o peito dela. Quando acordou, ela suspeitou que a criança teria se engasgado durante o sono.

O bebê foi levado para o Hospital Nossa Senhora do Livramento, mas já teria chegado sem vida.

Após passar pelo hospital, o corpo do menino foi levado para Instituto Médico Legal onde foi periciado. A perícia constatou que Artur morreu de asfixia com o leite materno.

O caso causou muita comoção nos familiares e a população da cidade, que lamenta a morte da criança.
Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: Revista Opinião

Share:

Mulher mata bebê colocando fogo nele depois alega que “dois homens” arrancaram criança de casa



Uma mulher da Louisiana está presa por homicídio depois que um menino, supostamente sequestrado de sua casa em Natchitoches, morreu na terça-feira passada de ferimentos graves KTBS relata que o Departamento de Polícia de Natchitoches e o Escritório do Corpo de Bombeiros da Louisiana prenderam Felicia Marie-Nicole Smith, de 25 anos, pelo assassinato de Levi Cole Ellerbe, de 6 meses de idade. Em 17 de julho, uma mulher ligou para a polícia e disse que ela era a mãe do menino. Ela alegou que dois homens desconhecidos bateram na porta de sua casa e quando ela atendeu, os homens começaram a borrifá-la no rosto com o que ela achava ser maça. Em um pânico relatado, ela fugiu, deixando Levi dentro da residência. Ela afirmou que achava que os atacantes estavam atrás dela e não do bebê, embora ela dissesse que nunca tinha visto os homens antes. A descrição dos dois homens denunciados nunca foi divulgada. As autoridades inicialmente indicaram que Smith era a mãe do bebê . No entanto, de acordo com o Nola.com, o escritório do corpo de bombeiros confirmou que Smith não era a mãe. Como relatou anteriormente, as agências de aplicação da lei, incluindo o DP de Natchitoches, a Polícia do Estado de Louisiana, o Departamento de Polícia da Northwestern State University e o Gabinete do Xerife da Paróquia de Natchitoches começaram a procurar na área pelo Levi. Eles descobriram o bebê com queimaduras graves em seu corpo um pouco depois das 22h20, quando a residente local de Natchitoches, Kanika Johnson, ligou para relatar um incêndio na Avenida Breda, a poucos quarteirões de sua casa, informou a KALB. “Liguei para a polícia porque achei que algumas crianças começaram um incêndio e não queria que se espalhasse”, disse Johnson. As autoridades levaram a criança a um centro médico local. Mais tarde, foi levado de helicóptero para a University Health em Shreveport, onde morreu mais tarde. O bebê era o único filho de sua verdadeira mãe, cujo nome não é revelado neste momento. CrimeOnline falou com o Capitão Payne com o PD de Natchitoches, que disse que não há novas informações neste momento. Não está claro como e se Smith conheceu o bebê ou sua mãe. Mulher presa por homicídio de 1º grau em homicídio relacionado a incêndios de infantaria O escritório de Louisiana do Corpo de Bombeiros do Estado, em… Postado por Departamento de Polícia de Natchitoches na segunda – feira, 23 de julho de 2018 O caso ainda está sob investigação. Qualquer pessoa com qualquer informação para entrar em contato com Natchitoches PD em 318-325-8101. Smith permanece atrás das grades no Centro de Detenção da Paróquia de Natchitoches sem vínculo. Um relatório anterior indicou que o suspeito teria chamado a polícia e disse que o bebê foi sequestrado. No entanto, devido a relatos conflitantes, as informações foram editadas até nova verificação da aplicação da lei.
Share:

Comunidade pode acessar benefícios sociais na Casa do Cidadão



 A Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), por meio da Casa do Cidadão (Rua Cel. José Saboia, 513 - Centro), oferece à população sobralense informações e acesso a benefícios sociais diversos. O órgão pertence à estrutura da Coordenadoria da Assistência Social da Sedhas e é responsável por realizar a gestão do Cadastro Único para Programas Sociais (CadUnico) no município.
"A comunidade precisa saber que estes serviços são oferecidos aqui, para poder acessar o que lhes é garantido por lei", destaca Renata Castro, gestora de Benefícios Sociais da Sedhas, responsável pela Casa do Cidadão.
Com o cadastro atualizado os usuários podem usurfruir de outros benefícios. “Com o cadastro atualizado, o usuário pode obter a carteira do Restaurante Popular e pagar menos pelo almoço ou solicitar isenção em concursos públicos, além de outros benefícios. A atualização é feita no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do seu território com a documentação da família para fazer a atualização ", informa Renata.
Além desses serviços, a Casa do Cidadão também abriga o Setor de Identificação, de responsabilidade da Secretaria da Segurança e Cidadania (Sesec), onde é possível requerer a emissão de RG. Também funciona no local o Atendimento ao Público da Coordenadoria da Habitação da Sedhas e as sedes dos conselhos municipais da Assistência Social (CMAS), do Idoso (CMDPI), da Pessoa com Deficiência (CMDPCD), da Criança e do Adolescente (CMDCA) e da Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).
Lista de serviços oferecidos na Casa do Cidadão AQUI.
Saiba qual Cras procurar para pedir inserção ou atualizar o Cadastro AQUI.
Outras informações: (88) 3613-5059
Share:

Homem dorme com cadáver da esposa por mais de uma década


Um vietnamita dorme há pelo menos dez anos ao lado dos restos mortais de sua mulher, que ficam guardados dentro de uma boneca de tamanho real, sem que as autoridades tenham meios legais para impedi-lo, publicou a imprensa local nesta quarta-feira. Le Van, de 57 anos, desenterrou os ossos de sua mulher em 2004, um ano após sua morte, e desde então dorme com eles, muitas vezes acompanhado por um de seus sete filhos, segundo o diário VietnamNet.
As autoridades solicitaram ao homem que enterrasse os restos mortais de sua mulher em 2009, quando seu caso foi publicado pela primeira vez, mas não existe nenhuma lei que o obrigue a fazê-lo. No início, o homem, que vive na província de Quang Nam, dormia no túmulo com o cadáver de sua mulher, mas seus filhos o convenceram a não passar as noites nessas condições. Le Van decidiu então moldar uma boneca de argila de tamanho real, com roupa incluída, e introduziu nela os restos mortais de sua mulher.
Questionado pelo repórter do VietnamNet sobre a razão da boneca, Le Van sugere que a usa como treinamento de retorno a sua encarnação anterior. "Eu não era humano em minha encarnação anterior. Cometi um pecado em minha encarnação anterior, então devo ser um ser humano nesta encarnação. Nela, tenho que me treinar para retornar à encarnação anterior", argumentou.
Antes de alocar os restos mortais, Le Van ele dormia em cima do túmulo de sua mulher. Vinte e dois meses depois, por razão do "frio" e da "umidade", o homem optou por cavar um túnel até a cova para "dormir com ela". Em 2004, seus filhos convenceram-no a parar de frequentar o cemitério, levando-o, em novembro desse ano, a montar a boneca.

 Informações com: Diário Online


Share:

NO PARÁ!! HOMEM DÁ PÃO ENVENENADO PARA FILHOS DE EX APÓS TÉRMINO; UMA CRIANÇA MORREU




Um homem foi preso na noite neste sábado (21) em Paragominas, no Pará, acusado de dar pão envenenado a dez crianças de uma mesma família; cinco delas foram levadas ao hospital e uma delas morreu. Roque dos Santos, de 48 anos, confessou o crime e disse à polícia que o ato se deu por não aceitar o fim do relacionamento com Carla Santos do Rozario, de 25 anos, mãe de três das vítimas.
Ao UOL, a polícia informou que na sexta-feira (20) Santos foi à casa da ex-namorada, onde ela mora com os três filhos, além de seus irmãos, tios e avós. No local, disse ao irmão da ex, de 11 anos, que fosse à casa dele no dia seguinte para receber um presente.
No dia seguinte, o menino pegou com homem alguns pães com chumbinho, que Santos disse ser com chocolate, e pediu que fossem entregues a Carla e às outras crianças da casa.
Horas depois, os menores deram entrada na UPA da cidade. Os gerentes da unidade de saúde acionaram a Polícia Civil, que foi ao local, colheu depoimentos e identificou o suspeito. Às autoridades, Carla relatou que namorou Santos por quatro meses e que passou a ser perseguida e ameaçada após o rompimento, há um mês.
Todas as crianças atendidas já foram liberadas e voltaram para casa.
Roque dos Santos será indiciado por homicídio qualificado, além de tentativa de feminicídio e tentativa de homicídio de três crianças.
Mais um crime
No dia seguinte à prisão do primeiro acusado, outro homem, Francisco da Silva Pereira, de 29 anos, também foi capturado, acusado de abusar sexualmente de duas das cinco crianças envenenadas, entre elas a sobrinha de Carla, de cinco anos, que morreu mais tarde. A outra vítima dos estupros, de dez anos, confirmou as suspeitas aos policiais e identificou o tio, que morava na mesma casa, como o autor dos abusos.
O homem foi localizado na zona rural do município vizinho de Ipixuna do Pará, a cerca de 100 km de Paragominas. Ele havia ido para lá no mesmo dia do envenenamento, com medo de que seus atos fossem descobertos pela investigação do primeiro crime.
Pereira responderá por estupro de vulnerável.
Por Rafael Pezzo / Colaboração para o UOL
Share:

NOTA DE FALECIMENTO





É com muita tristeza e pesar que comunicamos o falecimento de Dona Maria do Espirito Santo da Silva, ocorrido às 19:30h de ontem, no hospital Santa Casa de Sobral.

A missa de corpo presente acontecerá hoje às 15:00h na igreja do distrito de Patriarca.

A família agradece o comparecimento de todos.
Share:

Ministério Público denuncia policial civil como mandante de crime de pistolagem em Acopiara



Após dois anos e dois meses de um crime de pistolagem ocorrido na cidade de Acopiara, na região Centro-Sul do estado (a 340Km de Fortaleza), finalmente, o caso é esclarecido após trabalho de investigação sigiloso, demorado e complexo realizado pela Polícia Judiciária e Ministério Público Estadual (MPE). O assassinato da jovem Karina Firmino de Freitas, executada a tiros por pistoleiros, foi desvendado e, conforme denúncia do MP, a mandante do assassinato foi uma policial civil, a escrivã Ludmilla Freitas Andrade.
Karina: morta por pistoleiros na porta de casa, em Acopiara, na noite de 4 de maio de 2016

O crime ocorreu na noite de 4 de maio de 2016 na porta da casa da vítima. No Centro de Acopiara. Era por volta de 21h40, quando Karina Firmino retornava da academia de ginástica quando foi surpreendida por dois pistoleiros que haviam preparado a emboscada. No momento em que descia de sua moto, a jovem foi atingida por vários tiros, tendo morte praticamente imediata.

Durante dois anos e dois meses, a família da jovem lutou por justiça. O caso que começou a ser investigado pela própria Delegacia de Polícia de Acopiara acabou sendo transferido para o Núcleo de Homicídios da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Com a quebra de sigilo telefônico dos suspeitos, a verdade sobre o crime veio à tona. Karina foi vítima de um crime de aluguel. Dois pistoleiros foram contratados para o “serviço”.

Passional

Nas investigações, a Polícia descobriu que o crime teve motivo passional. A escrivã de Polícia, Ludmilla Freitas Andrade, que na época do crime trabalhava na própria Delegacia de Acopiara, ordenou e planejou pessoalmente a morte da jovem. Ludmilla descobriu que seu então marido, o soldado da PM Thiago Martins Teixeira Florentino, na época lotado no Ronda do Quarteirão de Acopiara, estava tendo um caso com Karina Firmino e esta acabou engravidando e tendo um filho deste relacionamento. A partir de então, a escrivã passou a fazer ameaças de morte à jovem, culminando no assassinato na noite de 4 de maio de 2016.

Em um dos trechos da investigação, a declarações da avó materna de Karine, quando esta diz que a neta estava muito assustada pois em um encontro com o namorado, o soldado Thiago revelou que a esposa (a escrivão) lhe confidenciou que iria matá-la.

Com a quebra do sigilo telefônico das investigadas, ficou evidenciado e provado o envolvimento da escrivã e sua doméstica no crime. O inquérito foi concluído com o indiciamento das duas e remetido à Comarca de Acopiara. No entanto, a juíza de Direito, Karla Cristina de Oliveira, remeteu os autos para Fortaleza. O processo agora se encontra em tramitação na Terceira Vara do Júri da Capital.

A denúncia contra a escrivã e sua comparsa foi elaborada pela Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Ceará e está assinada pelos promotores de Justiça Igor Caldas Baraúna Rêgo (da Comarca de Acopiara), Humberto Ibiapina Lima Maia, Francisco Gomes Câmara, Luciana de Aquino Vasconcelos Frota, Nelson Ricardo Gesteira Monteiro e Fernanda Andrade Mendonça, todos do Núcleo de Investigações Criminais (Nuinc) da PGJ-CE.

Para os promotores, a jovem Karina Firmino foi vítima de um crime premeditado, de pistolagem. “Ludmilla e Nice são mandantes do crime, tendo contratado, de maneira covarde, pistoleiros para executar a empreitada criminosa”, diz um dos trechos da denúncia. E mais: “Não houve abordagem, não houve possibilidade alguma da vítima se desvencilhar da encruzilhada criminosa imposta pelos executores e seus mandantes”. (Blog Fernando Ribeiro)

Share:

Violência incontrolável causa pânico no distrito de Jaibaras, em Sobral; áudio


Bandidos fizeram o rapa em um posto de gasolina na localidade de Jaibaras, distante 25 quilômetros de Sobral, no final da tarde de ontem (23). Os moradores da região ficaram apavorados com a violência dos assaltantes.

As crianças entraram em pânico, ninguém sabia a quem recorrer, pois a localidade nem tem policiamento nem agentes da Guarda Municipal.

Os assaltantes ainda tomaram a moto de um cliente que estava abastecendo no posto.

Em áudio que circula nas redes sociais, há relatos de agressão com coronhadas e ameaça de morte a funcionários e clientes do posto.

Confira vídeo


Com informações de Wellington Macedo
Share:

Reportágens

Últimas

Postagens mais visitadas