Homicidômetro 2018



OSCAR 2011: Jeff Bridges e Colin Firth repetem duelo pelo prêmio de Melhor Ator



Em 2010 o ator Jeff Bridges recebeu seu primeiro Oscar pelo papel do cantor Bad Blake em Coração Louco. Na época, competiam pelo prêmio Colin Firth, por Direito de Amar; George Clooney, por Amor sem EscalasJeremy Renner, por Guerra ao Terror; e Morgan Freeman, por Invictus.

Apesar de merecer a indicação por uma interpretação natural e segura de um personagem francamente desagradável, Bridges não tinha cacife para ser eleito o melhor do ano. O fato de já ter sido indicado outras quatro vezes e ter um bom trânsito junto à comunidade artística contou mais do que as melhores atuações de Colin Firth e George Clooney.

Este ano, por ironia, a história se repete. Firth e Bridges competem novamente pelo Oscar de Melhor Ator, com o protagonista de O Discurso do Rei agora como franco favorito. Apesar de sua performance em Direito de amar ser apontada como superior, ele pode faturar o prêmio este ano. O problema é que, para desfazer o erro do ano passado, a premiação pode cometer outro. Jeff Bridges, em Bravura Indômita, interpreta uma papel mais denso e exigente do que o do cantor decadente Bad Blake, de Coração Louco.

Resta saber se, ao premiar Colin Firth, como parece mais provável, a Academia não estará cometendo uma nova injustiça, desta vez com Bridges.





Fonte: Uol
Share:

Nenhum comentário:

Reportágens

Últimas

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog