Homicidômetro 2018



Drica Moraes sonha dar um irmãozinho para Matheus

Atriz conversou com Renata Ceribelli e falou sobre a vida, o tratamento e seus planos para o futuro.

Em entrevista concedida para Renata Ceribelli e exibida no Fantástico deste domingo, 31, Drica Moraes falou pela primeira vez sobre sua vitoriosa luta para vencer a leucemia.
Feliz por estar novamente em contato com os bastidores da televisão, ela falou sobre o drama de receber a notícia da doença, os momentos de tristeza e revolta e a felicidade de poder seguir adiante.
“Foram120 dias de hospital, janela lacrada, toque zero… Fiquei dois meses sem escovar os dentes… As pessoas podiam chegar.  A solidão aparentemente assusta, mas é o lado onde você encontra força.”
"Teve um dia que eu fiquei com meu namorado, coloquei uma musiquinha e fiquei só assim com ele, seduzindo com o olhar.”
“Fiquei com muita raiva, comecei a jogar coisas na parede. Mateus (o filho de um ano) foi meu norte, minha bússola. Era o rosto dele, o sorriso dele que, quando eu fechava meu olho, eu dizia: é por ele que estou aqui.”
Sobre a espera por um doador de medula: “As duas parecem uma grande Copa do Mundo, onde a bola é a sua vida.”
“A vida melhora muito se você não morre. Você abre seu olho para o que importa, você tira metade da sua vida que não prestava. Eu tenho amigos para todos os lados, eu tenho uma profissão linda que eu estou louca para voltar, estou cheia de ideias, cheia de propostas. Sou uma nova Drica e com grandes projetos. O próximo deles é continuar na fila de adoção e trazer um irmãozinho para o Mateus.”
No dia 10 de fevereiro deste ano, Drica foi internada depois de sentir dores e enjoos. Após uma bateria de exames, foi constatado que ela estava com leucemia. Foram 120 dias internada no hospital.
Seu mais recente trabalho na televisão foi na minissérie "Decamerão - A comédia do sexo", exibida em julho de 2009 pela Globo.



Fonte: O Fuxico
Share:

A turma do Pânico na TV, da RedeTV!, começou a busca pela nova Panicat do programa.

A turma do Pânico na TV, da RedeTV!, começou a busca pela nova Panicat do programa. A moça vai entrar no lugar de Lisi Benitez, a Piu Piu, que deixou o humorístico para entrar em A Fazenda 3, da Record.
No programa do domingo (31), Bola e Vesgo iniciaram o quadro Em Busca da Panicat Sagrada, onde toda semana prometem visitar as praias brasileiras para encontrar a nova assistente de palco da atração.
Atualmente, o núcleo de Panicats é formado por Nicole Bahls, Dani Bolina, Babi Rossi e Juju Salimeni, que recentemente foi eleita a mulher mais sexy do mundo pela revista Vip.



Fonte: O Fuxico.
Share:

Tropa de Elite 2 a maior bilheteria nacional das últimas décadas...








 

Há três semanas em cartaz, o filme "Tropa de elite 2" se tornou no último domingo (24) a maior bilheteria nacional das últimas décadas, ao arrecadar R$ 57 milhões. Segundo o site Filme B, são R$ 7 milhões a mais que a comédia "Se eu fosse você 2", que registrou 6,1 milhões de espectadores.
O longa de José Padilha deve ultrapassar essa marca nessa semana: o filme levou aos cinemas, até o momento, 5,9 milhões de pessoas.













"Tropa de elite 2" faturou R$ 9 milhões no último final de semana, registrando um público de 841 mil espectadores. Isso representou uma queda de 26% em relação à semana passada. Porém, esses números indicam que o longa registrou uma média de 1,2 mil pessoas por sala - há quase 700 salas ainda exibindo o longa de Padilha.

Share:

O Brasil tem a 1ª mulher presidente


O Brasil tem a 1ª mulher presidente: Dilma Rousseff O Brasil elegeu hoje, 31 de outubro de 2010, a primeira mulher presidente da República. Com 92% das urnas apuradas, Dilma Rousseff é considerada vitoriosa com 55,3% dos votos válidos. Seu adversário do PSDB, José Serra, tem, até o momento, 44,6%.

Os brasileiros foram às urnas no domingo que antecede o feriado de 2 de Novembro com a convicção de que o projeto iniciado pelo governo Lula em 2003 será aprofundado e aprimorado por Dilma. Ainda hoje, a presidente eleita deve fazer um pronunciamento no hotel em Brasília onde acompanha a apuração dos votos com seus aliados.

O compromisso é fazer um governo de união. “Se eu for eleita, amanhã se inicia uma nova etapa na democracia brasileira. Tenho o compromisso democrático de governar para todos os brasileiros com a coligação que me trouxe até aqui", disse na última entrevista concedida como candidata, antes de votar, em Porto Alegre.

Aliados

Reunidos num hotel em Brasília para acompanhar a apuração dos votos, aliados da candidata Dilma Rousseff traçaram o caminho que deve ser seguido pelo novo governo. Mais do que a continuidade, Dilma vai imprimir seu estilo no governo que vai aprimorar os programas sociais e garantir o crescimento econômico.

Segundo o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, Dilma vai cumprir a meta de erradicação da miséria e manter a integração entre crescimento econômico e inclusão social. “O governo Dilma vai ser um outro governo. Ela vai dar seu tom e estilo, e aprofundar o que governo Lula começou. O Brasil pode e tem que erradicar a miséria. E a integração entre crescimento e divisão da riqueza vai ser a marca do governo da presidenta Dilma Rousseff”, acrescentou Temporão.

Na mesma linha, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, não prevê um governo idêntico ao de Lula, mas aposta que Dilma Rousseff vai continuar com a política de valorização do salário mínimo, por exemplo. “A Dilma vai manter a nossa política de valorização todos os anos do salário mínimo com aumentos acima da inflação. E, de certa forma, isso já está contemplado no Orçamento”, explicou.

Para o ministro, com Dilma na presidência da República, o Brasil vai continuar crescendo, com inflação sob controle, geração de emprego e investimentos em infraestrutura. “A continuidade significa manter os programas, a linha, mas vai sair um presidente e vai entrar outra. Com a caneta cheia para nomear quem quiser”, brincou Paulo Bernardo.

Na avaliação do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, o país está pronto para seguir mudando. “Vamos deixar uma herança do bem. Um país ajustado, pronto para continuar crescendo e reduzindo a pobreza.”

Balanço

No balanço sobre a campanha eleitoral, o assessor especial da presidência, Marco Aurélio Garcia, lamentou a mobilização de “setores do submundo da política” que evitou uma discussão politizada. Segundo ele, a campanha foi exaustiva e Dilma deve tirar uns dias de descanso.

“O resultado revela que houve mais acertos que erros. Sempre que foi necessário, ela insistiu muito no projeto nacional de desenvolvimento, nas grandes políticas que foram as do governo Lula, que devem ganhar em qualidade neste governo”, disse Marco Aurélio Garcia. “O momento agora, como se diz em linguagem futebolística, é correr para o abraço.”

Fonte: Mulheres com Dilma
Share:

Bruno e Macarrao afirmam que Eliza esta viva!!!



"Eu jamais mataria, tenho duas filhas para criar", disse Bruno aos jornalistas, em Esmeraldas"

O goleiro Bruno e o amigo dele, Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, falaram à imprensa nesta terça-feira. Eles responderam perguntas dos jornalistas durante mais uma audiência do processo em que respondem pelo desaparecimento e morte de Eliza Samudio. Os réus acompanharam em Esmeraldas, na Grande BH, o depoimento de três testemunhas de defesa de Bruno e uma da ex-namorada dele, Fernanda Gomes de Castro.

O jogador disse que Eliza está em São Paulo. "Eu jamais mataria, tenho duas filhas para criar. Da última vez ela falou que ia para São Paulo e ponto. Eu não sei dizer mais nada sobre essa pessoa". Bruno ainda declarou que tem esperanças de voltar a jogar futebol e depois chorou ao ser algemado.

O goleiro negou que tivesse cedido material genético para um exame de DNA que comprovaria a paternidade da criança. "Esse material não foi concedido, mas se precisar hoje ou amanhã fazer um exame de DNA, com certeza eu vou liberar esse material", falou.

Questionado, Bruno disse que o suposto valor de R$ 3 mil mensais que teria sido exigido por Eliza, "não é nada para ele". Se dirigindo aos antigos fãs, pediu um voto de confiança, "porque mais cedo ou mais tarde a verdade vai vir à tona". "As pessoas que conhecem a pessoa Bruno sabem da minha índole, sabem do homem que eu sou. Eu tenho duas filhas. Se essa criança realmente for minha, onde come um, comem dois, comem três. Eu vou amá-lo do mesmo jeito que amo minhas filhas", disse.

O goleiro reclamou do cumprimento da prisão preventiva. "Vocês têm que analisar o que está sendo feito com a gente, que na minha opinião é uma injustiça. Vocês veem vários outros casos que acontecem e nada, os caras estão soltos. Agora, você vai ao Fórum de Contagem e vê o absurdo que está sendo feito. Desculpe a palavra, mas é uma sacanagem".

Macarrão disse que ninguém matou a ex-amante do amigo. “Eliza está viva e a polícia está procurando a pessoa morta. A polícia precisa procurar a pessoa vida. É por isso que não acha”, afirmou Macarrão.

Bruno ainda declarou no Fórum de Esmeraldas que confia na Justiça de Deus, “A Justiça dos homens pode falhar, mas Deus está lá em cima vendo tudo. A dele não falha, não”. O goleiro ainda conversou em local reservado com a juíza Maria José Starling, que presidiu a audiência de hoje. O motivo da conversa não foi esclarecido para a imprensa.

Agora as oitivas do processo devem acontecer somente na primeira semana de novembro. Os réus devem ser interrogados no Fórum de Contagem a partir do dia oito de novembro.

Juíza

Bruno havia sido proibido de dar entrevista pela juíza Marixa Fabiane, do 1º Tribunal do Júri, de Contagem. Hoje, após a sessão em que foram ouvidas testemunhas - acompanhada por todos os réus - a juíza de Esmeraldas, Maria José Starling, surpreendeu ao defender a soltura do goleiro. "O Bruno teria de estar solto", disse. "Num dia disseram 'ele estava' (na suposta cena do crime), depois disseram 'não, ele foi embora'. Está um vai e vêm nesses depoimentos", afirmou, cobrando mais evidências do crime nos autos.

"Todos os traficantes que mandei prender em Esmeraldas estão soltos. Aquele namorado da Mércia (Nakashima), um advogado, está solto, e lá tem evidências, tem corpo". Considerado o braço direito de Bruno, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, também falou com os jornalistas ao final da audiência e disse que Eliza queria "acabar com a vida" do amigo. "Ela falou que ia acabar com a vida do Bruno, mas ela está acabando com a vida de nove pessoas. Eu só queria que ela aparecesse porque todo mundo sabe que ela está viva. Eu tenho certeza que ela está viva", disse.

Anulação de depoimentos

O advogado do goleiro Bruno, Ércio Quaresma, disse nesta terça-feira que vai pedir na Justiça a anulação de todos os depoimentos que foram feitos até agora no processo sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio. Quaresma usa como argumento a matéria sobre o caso veiculada neste domingo (24/10), no programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão.

A reportagem mostra o vídeo feito pela Polícia Civil de Minas Gerais no sítio de Bruno, quando foi realizada a reconstituição do crime feita com o primo do goleiro, Sérgio Rosa Sales. "Como posso ver em uma emissora de TV parte de uma investigação que sequer foi juntada nos autos. Dentro destas circunstâncias, só me resta pleitear ao juiz, se é que vou conseguir alguma coisa, a anulação dos depoimentos deste caso", explica Quaresma.

*com informações da AE

Fonte: Ultimo segundo
Share:

Reportágens

Últimas

Postagens mais visitadas